Agricultura de subsistência | Giro de Notícia

Agricultura de subsistência

banner principal

A agricultura de subsistência é um tipo de agricultura que está voltada para a sobrevivência de um grupo e que envolve o trabalho de pequenos produtores em lavouras.

Essa cultura de subsistência é muito comum em locais pequenos e mesmo entre familiares (agricultura familiar) que plantam diversos alimentos para o consumo próprio.

Quando a subsistência também envolve a criação de animais (bois, vacas, porcos, galinhas, etc.) essa prática é chamada de agropecuária de subsistência.

Da mesma forma, ela é realizada por pequenos produtores que consomem os produtos, por exemplo, o leite da vaca e a carne dos animais.

Características da agricultura de subsistência

  • Realizada por pequenos produtores;
  • Produção baixa e limitada;
  • Finalidade principal é suprir as necessidades alimentares de um grupo;
  • Uso de métodos rudimentares, tradicionais e sem muita tecnologia tais como: arado, enxada, etc.;
  • Preferência pela policultura (cultivo de produtos distintos);
  • Produtos sem agrotóxicos (mais saudáveis);
  • Principais produtos cultivados: grãos, frutas, hortaliças.

A agricultura de subsistência no Brasil

No Brasil, a agricultura de subsistência possui um papel importante na vida dos pequenos produtores rurais, de suas famílias e da comunidade em que está inserida.

Isso porque grande parte do sustento é conseguido dessa forma, evitando assim, a miséria e a fome de determinados grupos.

Agricultura de subsistência

No entanto, pequenos produtores têm tido dificuldade devido à falta de apoio e auxílio econômicos governamentais que beneficia grandes latifundiários, por exemplo.

Dessa maneira, tentam sobreviver diante das adversidades do sistema que tem alterado a estrutura fundiária pelo uso de agrotóxicos, alimentos geneticamente modificados, etc.

Agricultura de subsistência X Agricultura comercial

Diferente da agricultura comercial (também chamada de agricultura moderna) que tem como foco a larga produção e a venda dos produtos cultivados, na economia de subsistência os produtos não são para vender ou lucrar.

Também vale mencionar a diferença entre os processos utilizados, uma vez que na agricultura de subsistência os métodos são rudimentares, com baixa tecnologia e pouco eficientes em relação à agricultura comercial que utiliza máquinas para auxiliar na produção.

Cultivo mecanizado de arroz
Cultivo mecanizado de arroz, característica da agricultura moderna

Outra diferença entre esses dois tipos de agricultura diz respeito dos produtos cultivados. Na agricultura de subsistência a prática é realizada por meio da policultura (plantação de diversos produtos) em detrimento da agricultura comercial, que utiliza grandes campos para a plantação de um único produto (monocultura).

Leia também:

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS