ANTT eleva valores da tabela de fretes em até 5,9% após alta do diesel | Giro de Notícia

ANTT eleva valores da tabela de fretes em até 5,9% após alta do diesel

banner principal

SÃO PAULO (Reuters) – A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou nesta quinta-feira portaria que reajusta a chamada tabela de frete mínimo rodoviário entre 4,5% e 5,9%, após uma alta no preço do diesel.

Segundo nota da ANTT, o reajuste na tabela é realizado sempre que há uma oscilação superior a 10% em relação ao preço considerado nos cálculos da Política Nacional de Pisos Mínimos de Frete (PNPM), conforme lei instituída em 2018 após uma greve de caminhoneiros.

A variação do aumento dos valores da tabela –considerada inconstitucional por diversas categorias contratantes de frete– depende do tipo de carga e do veículo.

O piso mínimo é questionado no Supremo Tribunal Federal (STF), mas o processo está parado na corte após ter entrado e saído da pauta do plenário no ano passado.

O reajuste na tabela, que segue uma determinação legal, foi realizado em meio a ameaças de paralisações de caminhoneiros, em protesto contra o preço do diesel.

Também nesta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que o governo vai oferecer a cerca de 750 mil caminhoneiros autônomos uma ajuda para compensar o aumento do preço do diesel.

O preço médio do diesel comum nos postos do Brasil subiu 5,55% na primeira quinzena do mês ante o fechamento de setembro e mais de 40% ante o mesmo período do ano passado, segundo dados da Ticket Log.

A Petrobras anunciou no fim de setembro uma alta de 9% no preço médio do diesel vendido em suas refinarias, após 85 dias de estabilidade. No acumulado do ano, a alta do combustível na refinaria da estatal é de mais de 50%.

Veja detalhes sobre os valores da tabela do frete no link:

https://in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-496-de-19-de-outubro-de-2021-353688048

(Por Roberto Samora, com reportagem adicional de Ricardo Brito em Brasília)

Fonte: Ric Mais

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS