Cachorra Luna atingida com um tiro morre antes de fazer a cirurgia | Giro de Notícia

Cachorra Luna atingida com um tiro morre antes de fazer a cirurgia

banner principal

Três dias depois de ter sido baleada na mandíbula, a cachorra Luna não resistiu ao ferimento e morreu antes de fazer a cirurgia no início da tarde desta segunda-feira (20), em Umuarama.Desde sexta-feira (17) até ontem, Luna estava sob os cuidados da Sociedade de Amparo aos Animais de Umuarama (SAAU).

“Ela tinha melhorado quando saiu daqui, abanava o rabo respondendo o chamado. Estava comendo com ajuda de sonda e tomando soro e fiquei muito triste ao receber a notícia da morte”, lamentou a presidente da SAAU, Ana Maria Polaquinni.

A tutora Ivani de Souza e o policial autor do tiro foram até a SAAU para buscar Luna e leva-la para fazer cirurgia no Hospital Universitário da Universidade Estadual de Maringá (UEM), mas a tutora voltou para casa após ter sido informada que as vagas haviam se esgotado.

“Em casa, a cachorra voltou a ter sangramento na região da mandíbula e morreu por volta das 13h20. Fiquei muito triste. Deixei de ir ao trabalho na esperança que Luna fizesse a cirurgia”, contou Ivani, que tem um filhote, além do pai e a mãe de Luna.

Entenda o caso

A cachorra estava na rua com outros dois animais adultos na região do Detran. Segundo informações da Policia Militar, um policial civil que estava de folga e reside nas proximidades colocava os três no quintal da residência do tutor quando reagiu após ser atacado na perna e acertou um tiro em Luna.

Fonte: OBemdito

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS