Causa da morte da ex-ginasta Ana Paula Scheffer é inconclusiva, aponta primeiro exame do IML | Giro de Notícia

Causa da morte da ex-ginasta Ana Paula Scheffer é inconclusiva, aponta primeiro exame do IML

banner principal

Ana Paula Scheffer foi encontrada morta em Toledo, no Paraná — Foto: Arquivo Gazeta do Povo

O primeiro exame feito para definir a causa da morte ex-atleta da seleção brasileira de ginástica rítmica Ana Paula Scheffer foi inconclusivo, informou o Instituto Médico Legal (IML) do Paraná neste sábado (17). Por isso, o corpo da ex-atleta passará por um novo exame. A família suspeita de infarto.

A ex-ginasta foi encontrada morta na sexta-feira (16), em Toledo, na região oeste do Paraná. Ana Paula tinha 31 anos, foi medalhista nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em 2007, e trabalhava atualmente como técnica.

    ‘A hora que cair a ficha vai ser difícil’, diz mãe de Ana Paula Scheffer, medalhista do Pan 2007 encontrada morta no Paraná

Familiares acreditam que a ex-ginasta tenha sofrido um infarto fulminante. A Polícia Científica é responsável pelos exames que vão apontar a causa da morte.

O velório de Ana Paula Scheffer será feito a partir das 10h30 deste sábado, na cripta da Catedral Cristo Rei, em Toledo. O sepultamento deve acontecer na tarde de domingo (18), na mesma cidade.

Corpo da ex-ginasta Ana Paula Schefer sera velado em Toledo

Morte

Segundo a família, Ana Paula Scheffer estava deitada na cama do quarto quando foi encontrada, por volta das 12h de sexta-feira pela mãe dela, Sonia Scheffer.

De acordo com a mãe, a filha não estava doente e não reclamava de dores no corpo.

Trajetória

Ana Paula Scheffer começou a treinar quando era criança na equipe de ginástica rítmica de Toledo. Ela representou o município em várias competições nacionais e internacionais, com destaque na categoria individual.

Enquanto jovem, conquistou medalhas em campeonatos paranaenses e brasileiros, integrou a Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica de 2005 a 2015.

À época, participou de quatro campeonatos mundiais, além dos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro.

Ana Paula recebeu medalha de bronze no aparelho Arco, nos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro, em 2007 — Foto: ge/arquivo

Após encerrar a carreira como atleta, passou a atuar como técnica da equipe na cidade vizinha, em Cascavel.

Segundo a equipe de ginástica rítmica de Toledo, Ana Paula era exigente e dedicada. Atualmente, ela estava colhendo os primeiros resultados com alunas dela no pódio, em competições brasileiras e sul-americanas.

Em 2011, a atleta foi homenageada pela Câmara de Toledo com a Medalha Willy Barth, pela dedicação e conquistas no esporte brasileiro e mundial como representante da cidade.

Em 2015, Ana Paula Scheffer concedeu uma entrevista à RPC. Assista abaixo.

Reportagem mostra como estão ex-ginastas que já representaram o estado em competições

Medalha no Pan de 2007

Ana Paula recebeu medalha de bronze no aparelho Arco, nos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro, em 2007.

Segundo a Confederação Brasileira de Ginástica, Ana Paula também trabalhou como treinadora nas seleções transitórias de Ginástica Rítmica Individual e de Conjunto.

Repercussão

A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) emitiu nota lamentando a morte da ex-ginasta.

Ana Paula foi uma das atletas de ginástica rítmica mais notáveis da geração dela, segundo a confederação.

Ana Paula Scheffer morava com os pais, em Toledo — Foto: Emanuel Rocha/CBG

A Prefeitura de Cascavel, onde Ana trabalhava, disse que a ex-atleta fez história na ginástica rítmica, inspirando crianças e adultos e popularizando o esporte no Brasil.

A ex-ginasta atuava no Centro de Iniciação ao Esporte Alice Martelli, onde deu aulas para mais de 200 crianças. Recentemente, ela estava à frente da equipe de rendimento da instituição.

A Prefeitura de Toledo também lamentou a morte da ex-ginasta, que se tornou inspiração no esporte.

Segundo a Secretaria de Esportes e Lazer do município, Ana Paula era especial, uma menina cheia de alegria, simpatia, talento e amor por tudo que fazia.

VÍDEOS: mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias

Fonte: G1 Paraná – Norte e Noroeste

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS