CBF elogia escolha de Edina Alves e Neuza Back no Mundial de Clubes | Giro de Notícia

CBF elogia escolha de Edina Alves e Neuza Back no Mundial de Clubes

banner principal

A árbitra Edina Alves e a assistente Neuza Back já estão em lugar de destaque na história do futebol brasileiro. São as primeiras mulheres convocadas para uma competição de futebol masculino profissional da FIFA. Vivem um momento épico na carreira e percorreram uma longa trajetória até a conquista dessa oportunidade. Nesse caminho, vem recebendo treinamento, instrução e apoio da CBF e representam o investimento da entidade na evolução da arbitragem.

Edina Alves Batista tem 40 anos, é natural de Goioerê e formada em Educação Física. Nas últimas duas temporadas, atuou em 40 partidas do Brasileirão Série A, Brasileiro Feminino A-1, Feminino A-2, Brasileiro Série B, Série D, Sub-20 e Sub-17.

Neuza Ines Back também tem graduação em Educação Física. Nasceu em Saudades (SC), tem 36 anos e 57 jogos, entre 2019 e 2021, nas competições citadas mais a Série C. Ambas atuaram ainda na sala do VAR como assistentes do árbitro de vídeo.

Desde 2015, Edina e Neuza destacam-se em cursos e treinamentos intensivos organizados pela Comissão de Arbitragem da CBF, nas gestões de Sérgio Corrêa, Marcos Marinho e Leonardo Gaciba.

Na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), foram alunas do Curso Rap-FIFA Futuro III para 11 árbitras e 27 assistentes femininas, que teve módulos como preparação física, posicionamento, leitura de jogo, impedimentos e análises de vídeos.

Há quase três anos, Edina Alves, Neuza Back e Tatiane Sacilotti foram listadas pela FIFA como possíveis convocadas para a Copa do Mundo de Futebol de Feminino de 2019 (França). Além do apoio institucional, a CBF organizou um treinamento intensivo para preparar árbitra e assistentes para o desafio. Resultado? O trio comandou a arbitragem em quatro partidas da Copa, incluindo a semifinal entre Inglaterra e Estados Unidos.

“Essa é uma conquista individual e coletiva, pois tem nossa competência e todo o investimento e apoio da Comissão de Arbitragem da CBF. Vamos seguir trabalhando para abrir caminho a outras árbitras e auxiliares brasileiras”, destacou Edina.

Neste Brasileirão Assaí, ela tem 11 jogos no currículo, sem contar o desta quarta-feira (6), entre Sport e Fortaleza, em que será assistente do árbitro de vídeo (VAR). Neuza esteve na escala em 17 confrontos. Ambas estão escalada para Internacional x Goiás, pela 29ª rodada, no próximo domingo (10), no Beira-Rio.

(Assessoria) 

Fonte: OBemdito

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS