Chacina em Irati: policial militar é preso acusado de participação no crime | Giro de Notícia

Chacina em Irati: policial militar é preso acusado de participação no crime

banner principal

Um policial militar foi preso, nesta quarta-feira (6), após suspeitas de que ele teria participação na chacina em uma residência de Irati no dia 16 de junho, que resultou em cinco pessoas mortas. A ação contou com o efetivo da Polícia Civil e da Corregedoria da Polícia Militar, que cumpriram mandado de prisão contra o acusado.

“A partir da data do crime, passamos a traçar linhas investigativas diversas até que pudéssemos manter a atual. Conseguimos comprovar a autoria dele, inclusive com o trajeto utilizado para chegar até a casa, a rota de fuga e o veículo utilizado”, explicou o delegado Paulo Cesar Eugênio Ribeiro.

Além do policial militar, outras pessoas que participaram no ato criminoso também já foram identificadas e serão procuradas pela polícia em breve. Todos eles deverão responder por homicídio triplamente qualificado.

No dia 16 de junho de 2022 – durante o feriado de Corpus Christi – cinco pessoas foram executadas em uma residência no bairro Vila São João, em Irati. Na data, a equipe do corpo de bombeiros se deslocou para o que seria somente uma vítima de arma de fogo, porém ao chegar no local descobriram 5 pessoas mortas.

Quatro homens com idades de 18, 21, 24 e 33 anos e uma mulher de 27 foram identificados entre os mortos na chacina. Três dos corpos estavam no pátio da residência e outros dois estavam dentro da casa, que fica na rua Rondônia.

A perícia apurou que as vítimas foram atingidas por mais de 30 disparos de arma de fogo, além de golpes de facão.

(Redação, com informações Catve)

Fonte: OBemdito

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS