Comunidade terapêutica promove feijoada beneficente no dia 10 de julho | Giro de Notícia

Comunidade terapêutica promove feijoada beneficente no dia 10 de julho

banner principal

A comunidade terapêutica Centro de Recuperação Viva com Deus (CREVD), de Umuarama, promove feijoada beneficente no próximo dia 10 de julho.

Os cartões custam R$ 35 por pessoa e podem ser adquiridos pelos telefones 44-99803-3973 ou 44-98426-0768. A retirada dos tickets é das 11h às 14h na sede do CREV, localizado no Conjunto Ouro Branco, na Rua Ouro Branco, 1767.

O objetivo do evento é arrecadar recursos para manutenção da entidade sem fins lucrativos, que atende jovens e adultos do sexo masculino, que enfrentam problemas com dependência química pelo uso de drogas (álcool, maconha, cocaína, entre outros).

“Hoje contamos com ajuda da prefeitura e doações da comunidade de Umuarama, contudo, os recursos são insuficientes e por essa razão fazemos campanhas e eventos para contribuir com as contas”, explica a captadora de recursos, Rosimeire de Oliveira Mazuco.

A comunidade

Fundada em 1995, a comunidade terapêutica reúne uma equipe de profissionais. O espaço tem capacidade para atender 20 pacientes, que passam por tratamento na modalidade residência terapêutica. O trabalho conta com uma equipe multiprofissional com psicólogo, assistente social, coordenadores, além de monitores que passam 24h no local.

A rotina começa logo pela manhã. Depois de receber uma palavra bíblica e tomar o café, eles organizam o serviço de limpeza da cozinha, dos quartos e banheiros. Do lado de fora, outro grupo faz a roçagem da grama e cuida da horta.

“A internação é espontânea e a decisão de mudar deve partir da própria pessoa. Aqui não há uso de medicamentos e a abstinência é total. O período de permanência é de 9 meses”, comenta Rosimeire.

Depois de quatro meses, o interno pode sair para visitar sua família uma vez no mês. A medida ajuda na ressocialização com novos ciclos de amizade.

Infelizmente, a comunidade terapêutica enfrenta uma realidade semelhante a de outras cidades: o preconceito e a discriminação.“Ouvimos as mais diversas histórias. Alguns se tornaram moradores de rua, porque o vício os afastou da sua própria família e do trabalho. Outros têm formação superior e uma profissão com boa remuneração, mas estão aqui para se curar da dependência”, conta Rosemeire.

SERVIÇO

O quê: Feijoada BeneficenteOnde: Centro de Recuperação Viva com Deus (CREVD), UmuaramaQuando: 10 de julhoQuanto: R$ 35 reais

Fonte: OBemdito

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS