DONO DE HOSPITAL QUE CHAMOU FUNCIONÁRIO DE ‘NEGO VAGABUNDO’ É DENUNCIADO PELO MP | Giro de Notícia

DONO DE HOSPITAL QUE CHAMOU FUNCIONÁRIO DE ‘NEGO VAGABUNDO’ É DENUNCIADO PELO MP

banner principal

Dorival Ricci Junior, dono de um hospital em Paraíso do Norte, no noroeste do Paraná, ofendeu o motorista de uma ambulância que conduzia um paciente para o atendimento no local. O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça, realizou uma denúncia criminal por injúria racial contra o proprietário do hospital. O crime aconteceu em 29 de novembro de 2020.

Em entrevista à RIC Record TV, o motorista relatou o acontecimento.

“Eu cheguei com a ambulância no Hospital de Paraiso e coloquei a ambulância de ré no hospital. Isso o doutor não estava no hospital, aí eu desembarquei a maca, levei pra sala de emergência. Demorou uns 3 a 4 minutos, chegou o doutor bravo, gritando “Quem é que está com essa merda de ambulância desse jeito aí?”,

Contou o funcionário público.

L

De acordo com a denúncia, o sócio administrador do hospital, que é médico, estaria “ofendendo sua dignidade, mediante o emprego de elementos referentes à cor da pele do ofendido, dizendo a ele que ‘não queria aquela raça no hospital dele’ e chamando-o de ‘nego vagabundo’”.

A pena prevista para o crime de injúria racial é de reclusão de um a três anos e multa.

RIC Mais 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS