“Maníaco da torre” é considerado indivíduo de alta periculosidade por exame de sanidade mental | Giro de Notícia

“Maníaco da torre” é considerado indivíduo de alta periculosidade por exame de sanidade mental

banner principal

O laudo de insanidade mental de Roneys Fon Firmino Gomes, conhecido como Maníaco da Torre, foi divulgado nesta sexta-feira (11) e considerou o criminoso como “indivíduo de alta periculosidade e portador de transtorno de personalidade antissocial”.

Além da personalidade antissocial, o laudo apontou indiferença pelos sentimentos alheios, desrespeito por normas, regras e obrigações sociais.

Mesmo com inúmeras problemas mentais, o exame também apontou que Roneys, na época dos crimes, era inteiramente capaz de entender o caráter ilícito da situação e inteiramente capaz também de determinar-se de acordo com esse entendimento.

Preso desde 2015, o “Maníaco da Torre” é acusado de matar seis mulheres em Maringá. O curioso apelido do “serial killer” maringaense vem da semelhança de todos os assassinatos.Os corpos das mulheres mortas por Roneys sempre eram encontrados em uma área rural, debaixo de uma torre de transmissão de energia.

Esse foi o segundo exame psicológico realizado pelo “Maníaco da Torre”. Antes desse, outro exame com um psicólogo e um clínico geral foi realizado. O resultado foi de que ele era capaz de responder pelos próprios atos, mas a defesa afirmou que o laudo teria que ser feito por um psiquiatra. O que aconteceu dessa vez, chegando na mesma resposta do laudo anterior.

Segundo o advogado de defesa de Roneys, o laudo ainda será analisado, mas que independentemente do resultado ele seria válido apenas para um dos crimes que o homem é acusado.

O caso estava paralisado a espera desse laudo. A expectativa é que agora, com o documento, o julgamento retorne imediatamente. A acusação afirma que já esperava esse resultado.

Fonte: RIC Mais

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS