Menino que foi estuprado por padrasto segue em estado grave na UTI

Na manhã desta sexta-feira (28) o Hospital Cemil emitiu boletim médico onde informa que o menino violentado pelo padrasto segue em estado grave na UTI. O caso foi registrado na última quarta-feira (26), quando a criança de 4 anos foi transferida de Cianorte para Umuarama.

Conforme o boletim: “O menino internado no Hospital Cemil segue na UTI em estado grave. Para não agravar a dor da família nenhuma informação a mais será repassada. O Cemil pede a compreensão de todos e reitera que está envidando todos os esforços profissionais e de amor para que o quadro seja revertido”.

Investigação

Na tarde de quinta-feira (27) o delegado Thiago Soares, da 7ª Subdivisão Policial de Umuarama, repassou informações sobre a investigação do estupro sofrido pelo menino de quatro anos. O crime aconteceu na cidade de Cianorte na quarta-feira (26) e foi descoberto com apoio da equipe do hospital Cemil, que acionou a Polícia Civil após suspeitar do abuso sexual.

Na tarde de quarta a criança foi transferida de Cianorte para Umuarama e deu entrada no hospital em situação de saúde considerada grave. O menino recebeu os primeiros socorros e a equipe médica teve a suspeita de que ele foi vítima de abuso sexual. A informação chegou à Delegacia e uma equipe policial se deslocou até o hospital para levantar os dados.

Soares disse que no hospital foi verificada a presença de vários familiares e os médicos informaram sobre a suspeita. A polícia encaminhou as pessoas para a delegacia para colher depoimentos. “Neste tempo solicitamos a presença do IML para ir ao hospital para realizar exame de ato libidinoso na criança. Na Delegacia os familiares prestaram depoimento, entre eles a mãe e o padrasto”, informa.

O delegado explicou que o laudo do exame do IML apontou que a criança realmente sofreu violência sexual, inclusive com lesões recentes. “Após as oitivas, verificamos incoerências entre os depoimentos da mãe e do padrasto”.

De acordo com Soares, os dois seriam os únicos que tiveram contato recente com o menino e, o padrasto teria ficado sozinho com a criança na manhã de quarta-feira. “Com indícios de autoria contra o padrasto, ele recebeu voz de prisão em flagrante”, informa.

Agora as investigações seguem a cargo da delegacia de Cianorte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top