Ministério Público denuncia médico que cobrava por cirurgia pelo SUS

A denúncia foi oferecida à Justiça nessa terça-feira (8). De acordo com o MP, um médico do hospital municipal de Nova Londrina é acusado de cobrar por cirurgias eletivas, que são aquelas agendadas sem urgência e emergência. O médico alegava que a prática era autorizada por lei municipal e cobrava de R$ 400,00 a R$ 3,8 mil por procedimento. E a cobrança era feita mesmo quando o procedimento era ressarcido pelo SUS. O MP pede na ação o afastamento do médico das funções e a condenação dele por estelionato e falsidade ideológica. Um ex-diretor do hospital e um secretário de Saúde de Nova Londrina também foram citados na ação. A reportagem não conseguiu contato com os acusados.

fonte: CBN MARINGÁ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *