MP ajuíza ação contra três envolvidos em irregularidades na Receita Estadual

O Ministério Público ajuízou uma ação civil pública contra acusados de envolvimento em irregularidades na Receita Estadual de Laranjeiras do Sul.

Segundo informações, a medida foi proposta conjuntamente pelo Gepatria (Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa) e pela Promotoria de Justiça de Guarapuava.

Os três envolvidos devem ser responsabilizados por ato de improbidade administrativa.

A ação que foi apresentava na última quinta-feira (16) faz parte de um desdobramento da Operação Pacman, deflagrada no fim de 2017 pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) para desarticular esquema de corrupção na Receita em Laranjeiras do Sul.

Foi constatado pelo MP que uma auditora fiscal e o companheiro, que passava também po auditor, exigiram propina de contribuintes para isentá-los de supostos tributos.

Na ação civil foram requeridos o casal e um contribuinte que pagou propina. O MPPR pretende que o trio seja condenado a pagamento de reparação por fanos morais de R$ 900 mil e R$ 450 mil aos cofres públicos.

O processo soma a outras nove ações penais decorrentes da operação.

MPPR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top