MP investiga grupo suspeito de falsificar e vender CNH na região

Uma investigação do Ministério Público (MP) identificou e prendeu integrantes de um grupo suspeito de falsificar e vender exemplares da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Na manhã desta quarta-feira (4), uma nova fase da “Operação Reciclagem” cumpriu 22 mandados de busca e apreensão em cinco cidades da região, no Paraná, e em uma cidade do estado de São Paulo. 

A investigação começou em julho do ano passado e, a princípio, prendeu duas pessoas portando CNHs falsas, uma em Terra Rica (a 148 quilômetros de Maringá) e outra em Rosana, interior de São Paulo. A prisão dos dois suspeitos ajudou na identificação de outros integrantes do grupo, segundo a Polícia Militar (PM). 

Em um segundo momento, outras quatro pessoas foram descobertas, todas com passagens por falsidade documental e estelionato. À época, o Ministério Público também identificou 18 pessoas envolvidas na compra dos documentos falsos. 

Na fase cumprida nesta quarta, ocorreu busca e apreensão em Terra Rica, Nova Londrina, Paranavaí, São João do Caiuá, Londrina, todas no Paraná, e em Euclides da Cunha, em São Paulo. Nos locais vistoriados, de acordo com a polícia, foram apreendidas 15 carteiras de habilitação, além de celulares, notebooks e um tablete. 

Uma pessoa foi presa portando arma de fogo. Um jovem de 18 anos foi agrado com uma porção de maconha e cinco comprimidos de ecstasy e também foi detido. 

A Polícia Militar não divulgou detalhes sobre os crimes que os integrantes do grupo e os envolvidos na compra dos documentos responderão. Quer receber nossas principais notícias pelo

Fonte: CBNMARINGA / PORTAL GMC ONLINE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *