Número de prisões sobe mais de 200% no primeiro semestre

No primeiro semestre de 2019, a Polícia Civil do Paraná realizou 183% mais operações de repressão qualificada contra o crime do que no mesmo período do ano passado. O crescimento no número de prisões nessas ações foi ainda mais expressivo: 216% a mais de janeiro a junho deste ano.

Enquanto de janeiro a junho deste ano também foram deflagradas 133 ações do gênero em todo Paraná, em 2018 foram 47. O número de prisões subiu de 325 no ano passado para 1.028 neste ano.

Entre os motivos para esta alta nas operações e prisões, está a área de tecnologia e inteligência, que em breve deve ter mais um recurso.
A Polícia Civil do Paraná começou a disponibilizar uma nova solução tecnológica, nomeada como IBM DB2 Analytics Accelerator (IDAA), destinada a policiais civis do Estado. Essa ferramenta de inteligência permite o cruzamento de informações contantes em vários bancos de dados da segurança pública, que antes não se comunicavam.

O objetivo da nova ferramenta é tornar investigações mais ágeis e eficientes, garantindo maior qualidade ao trabalho que a PCPR presta à população. Os policiais civis podem acessá-la através do sistema “SESP Intranet”. O acesso está sendo disponibilizado gradativamente, até que alcance todas as unidades da instituição.

De acordo com o delegado-geral da PCPR, Silvio Jacob Rockembach, os resultados de análises de inteligência que chegavam a demorar dias, agora poderão ser obtidos em questão de minutos.

FONTE: BEM PARANA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *