PCPR adquire rádios comunicadores e antenas com apoio da Justiça Federal para Guaíra | Giro de Notícia

PCPR adquire rádios comunicadores e antenas com apoio da Justiça Federal para Guaíra

banner principal

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) adquiriu rádios e antenas digitais com o apoio da Justiça Federal para Guaíra, região Oeste do Estado. Os 11 rádios e as oito antenas foram instaladas no dia 20 de maio. Com o investimento de cerca de R$ 100 mil, os policiais civis passam a trabalhar de forma mais segura e eficiente nas operações policiais. 

Guaíra é a primeira cidade do interior a utilizar esse tipo de tecnologia, que impede o rastreamento de conversas policiais por terceiros e melhora a execução do serviço de polícia judiciária.  

Na Capital e Região Metropolitana de Curitiba (RMC) os recursos digitais de comunicação começaram a ser implementados em abril de 2020 e todas estão em funcionamento. Na RMC, apenas Cerro Azul não dispõe de sintonização com a Capital por limitação geográfica. 

No Litoral, os rádio comunicadores e antenas foram instaladas no ano passado, permitindo que as unidades da PCPR e viaturas estejam conectadas em cada uma das localidades.  

Em Guaíra, a maior parte do investimento foi feita pela Justiça Federal – R$ 73,4 mil. O restante da verba foi complementada pela PCPR. A antena repetidora foi instalada em uma torre da Prefeitura Municipal de Guaíra, em um convênio firmado com o Executivo municipal e a Secretaria da Segurança Pública. 

Em todas as viaturas em que foi instalada a comunicação digital existe a sincronização com um canal da unidade específica local, e um canal comum em que a viatura pode utilizar quando de deslocar para outra cidade. 

VANTAGENS – A comunicação digital aumenta a eficiência e segurança do trabalho de polícia judiciária, uma vez que garante a troca de informações entre os servidores em operação policial com os que estão na esfera administrativa em um raio de até 25 quilômetros da antena repetidora. A tecnologia permite que os policiais tenham acesso rápido a informações do sistema, principalmente em áreas remotas, em que o uso de telefone não é possível. 

Além disso, a comunicação digital impede que as conversas entre policiais seja rastreada por terceiros. 

Fonte: Polícia Civil do Paraná

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS