PCPR realiza ato simbólico alusivo ao Dia Internacional das Crianças Desaparecidas | Giro de Notícia

PCPR realiza ato simbólico alusivo ao Dia Internacional das Crianças Desaparecidas

banner principal

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) realizou um ato simbólico alusivo ao Dia Internacional das Crianças Desaparecidas nesta quarta-feira (25), na sede do Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas da PCPR. Durante o evento, balões foram soltos para chamar a atenção sobre o tema. 

O Dia Internacional das Crianças Desaparecidas lembrado nesta quarta-feira (25). Foi criado em homenagem ao caso de Etan Patz, um menino de 6 anos que desapareceu nas ruas de Nova Iorque (EUA), enquanto voltava da escola, em 25 de maio de 1979.  

COMUNICAÇÃO- A PCPR recomenda a comunicação imediata de desaparecimento de crianças. O registro do boletim de ocorrência na delegacia mais próxima deve ser o primeiro passo para o início da busca pela vítima.  

Informações sobre horário de desaparecimento, local e roupa utilizada pela criança são fundamentais para iniciar a investigação. Uma das primeiras ações dos policiais civis é divulgar a imagem da criança desaparecida.   

Segundo a delegada da PCPR Patrícia Nobre a divulgação de fotos e informações sobre crianças desaparecidas e as circunstâncias do desaparecimento são importantes no auxílio as investigações.  

“Elas proporcionam a divulgação de tais fatos ao maior número de pessoas possíveis, auxiliando em informações, denúncias e outros meios de obtenção de dados que possam auxiliar na sua localização”, conclui.  

INVESTIGAÇÕES- Para que a busca pelos desaparecidos continue ativa ao passar dos anos, a PCPR trabalha com o procedimento de envelhecimento da fotografia.  

A atualização do desaparecido para a idade atual é essencial para auxiliar a localizar a vítima. Os cartazes com a progressão de idade ficam disponíveis na página da PCPR (https://www.policiacivil.pr.gov.br/SICRIDE) destinada às crianças desaparecidas.   

O trabalho é feito por um papiloscopista e colabora para que denúncias sejam feitas pela sociedade durante a investigação.

Fonte: Polícia Civil do Paraná

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS