PCPR recebe palestrantes do Serviço de Segurança Diplomática dos EUA | Giro de Notícia

PCPR recebe palestrantes do Serviço de Segurança Diplomática dos EUA

banner principal

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) recebeu representantes do Serviço de Segurança Diplomática (DSS), do Departamento de Estado dos Estados Unidos da América, para uma palestra na Escola Superior da Polícia Civil (ESPC), em Curitiba, na terça-feira (3). 

Esta foi a segunda rodada de conferências internacionais ministradas pela ESPC neste ano, com objetivo de trazer aos policiais a oportunidade de receber apoio em investigações que atravessem as fronteiras, além de aumentar a cultura dos policiais. A primeira palestra ocorreu no dia 22 de fevereiro com a palestra do comandante francês Serge Giordano, da Embaixada da França em Brasília. 

O delegado da PCPR, Rafael Vianna, diretor da ESPC, enfatiza a oportunidade dos servidores terem acesso à cultura de outros países em relação à segurança por meio de eventos como este. “Acreditamos que o conhecimento da investigação criminal de outras forças possa agregar no trabalho que realizamos no Brasil. A Escola Superior está aberta a ampliar o horizonte nesse sentido e modernizar o serviço prestado pela PCPR”, completa. 

O Secretário de Segurança Pública Wagner Mesquita  foi representado na solenidade pelo delegado da PCPR Leonardo Carneiro, Assessor Civil da Secretaria da Segurança Pública. Ele afirmou que essa interação interinstitucional é fundamental para a modernização da PCPR. “Eventos como este, permitem aproveitarmos boas práticas realizadas em outros países em prol da Segurança Pública do Estado do Paraná”, completou.

O agente especial americano do DSS, Matthew Nau, abriu a rodada expondo a história da organização, as atribuições e as ferramentas de trabalho utilizadas. Nau está no cargo há 12 anos e atua como assistente regional de segurança e investigação em São Paulo desde 2019. Ele é o responsável pelas investigações criminais na área consular dedicada ao combate à fraude documental, tráfico de pessoas e outros crimes relacionados a documentos de viagem dos EUA. 

“Essa palestra é importante para encontrar contatos na nossa área de responsabilidade. É muito importante que a gente entenda quais são os problemas que vocês têm, entender melhor o contexto criminal no Brasil. Se tiver qualquer oportunidade que nós possamos oferecer ajuda em investigação ou qualquer outra tipo de habilidade que o governo dos Estados Unidos tenha, nós nos dispomos a ajudar”, declarou Nau. 

Com experiência de trabalho em outros países, o agente especial garantiu que a DSS é parceira para trabalhos de investigação. “Nós temos muitos policiais americanos aqui que trabalham junto com os policiais brasileiros. Então, se vocês precisarem de apoio da investigação que necessite atravessar as fronteiras internacionais ou precise ir para o EUA nós estamos aqui como parceiros”, complementou. 

PALESTRANTES – O evento ainda contou com palestras dos investigadores de fraudes Verônica Iwanaga e Mario Cunha, do escritório do DSS em São Paulo. A organização atua em investigações transnacionais, treinamentos e localização de pessoas. Os conferencistas expuseram mais sobre o trabalho do DSS no país. 

PRESENÇAS – No evento também estiveram presentes, compondo a mesa diretiva, a delegada da PCPR Ana Cristina Ferreira, chefe da Divisão Estadual de Narcóticos, e o delegado da PCPR, Edgar Santana,  Chefe da Delegacia de Delitos de Trânsito de Curitiba.

EVENTOS – Mais três rodadas de palestras já estão previstas para acontecer esse ano na ESPC. Serão recebidos em Curitiba representantes de organizações da Bélgica, Israel e Portugal. O calendário e a abertura de inscrição serão divulgados nos canais de comunicação da PCPR. Todos os policiais civis têm a oportunidade de participar gratuitamente dos eventos e ainda receber certificação.

Fonte: Polícia Civil do Paraná

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS