Pesquisa revela que Paraná é o estado mais desigual da região sul e com menor renda média | Giro de Notícia

Pesquisa revela que Paraná é o estado mais desigual da região sul e com menor renda média

banner principal

Uma realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada nesta sexta-feira (10), revela um cenário preocupante: O Paraná se provou como o estado da região Sul do Brasil com menor rendimento médio domiciliar por pessoa e com o maior nível de desigualdade – fato que tem se agravado ainda mais nos últimos anos.

Em 2021, o rendimento médio mensal domiciliar por pessoa caiu aproximadamente 5,5% no estado, caindo de R$ 1.618 para R$ 1.529. Esse é o menor valor da série, que se iniciou em 2012, sendo que o montante chegou a ser de 1.755 em 2018 e, desde então, acumula queda de 12,9%.

“Esse resultado é explicado pela queda do rendimento médio do trabalho, que retraiu mesmo com o nível de ocupação começando a se recuperar, e também pela diminuição da renda das outras fontes, exceto as do aluguel”, explica Alessandra Scalioni, analista da pesquisa, apontando a mudança nos critérios de concessão do auxílio-emergencial ocorridas em 2021 como uma das principais causas da queda no rendimento de outras fontes.

Entre os estados da região Sul, o Paraná é aquele que apresenta o menor rendimento médio per capita, atrás de Rio Grande do Sul (R$ 1.767) e Santa Catarina (R$ 1.685). No Brasil, a lista das unidades da federação com resultado melhor tem ainda o Distrito Federal (R$ 2.480), São Paulo (R$ 1.816) e Rio de Janeiro (R$ 1.685). Ainda assim, a renda do paranaense fica acima da média nacional, de R$ 1.353.

Chama a atenção, ainda, que apesar do aumento na população ocupada no estado, a massa do rendimento real de todos os trabalhos caiu 3,1%, com o montante passando de R$ 14,61 bilhões para R$ 14,15 bilhões.

(Redação, com informações Bem Paraná)

Fonte: OBemdito

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS