Pessoas que se passavam por policiais civis são presas

Dois homens e uma mulher foram presos na noite desta segunda-feira (27), suspeitas de se passar por policiais civis no bairro Palmital, em Araucária. Com o trio foram apreendidos adereços de uso policial, porções de drogas e uma balança de precisão.

A prisão aconteceu após uma denúncia de que os suspeitos, de 21, 30 e 33 anos, estavam usando o nome da Polícia Civil do Paraná (PCPR) para ameaçar e extorquir a população. No momento do flagrante, um dos suspeitos tentou sacar uma pistola para atirar contra os policiais, mas foi atingido por um tiro no pé e encaminhado ao hospital.

De acordo com a investigação, o trio também é suspeito de envolvimento em um homicídio registrado no último domingo (26), em Contenda. A vítima, identificada como Tiago André da Silva, foi morta com tiros de uma pistola calibre 9mm.

Com os suspeitos foram apreendidas camisetas da PCPR, dois coletes balísticos, duas pistolas calibre 9 milímetros, 114 munições do mesmo calibre, toucas ninjas, giroflex, além de uma balança de precisão e 100 gramas de crack.

Os três foram autuados em flagrante por associação criminosa, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo de calibre restrito. Os dois homens já contavam com antecedentes criminais por crimes patrimoniais, sendo que um possuía um mandado de prisão condenatório por crime de roubo.

Informações Polícia Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *