Polícia Científica adapta protocolo de atendimento para continuar servindo a população paranaense durante a pandemia de coronavírus

A Polícia Científica do Paraná adotou novas medidas de atendimentos durante a pandemia do  Covid-19, respeitando  a resolução nº064 de 20 de março de 2020 da Secretaria de Segurança Pública (Sesp), baseada no Decreto governamental 4.230/2020. O objetivo é continuar prestando serviços à população, mas de maneira restrita e consciente, para barrar a proliferação do novo coronavírus no estado.

Visando evitar aglomerações, a instituição limitará, a duas pessoas, a entrada e permanência no Instituto Médico-Legal (IML) para realização de exames ou liberação de corpos. Nas recepções da instituição, onde não têm divisórias de vidro, também haverá uma distância mínima de dois metros para que aconteça a conversação entre o atendente e o cidadão.

Máscaras cirúrgicas serão oferecidas às pessoas que estiverem com algum sintoma respiratório de gripe, mas familiares de vítimas com suspeita de coronavírus, ou de outras doenças como sarampo e H1N1, deverão usar as máscaras obrigatoriamente.

“Agora é o momento em que as pessoas devem permanecer em casa, mas por outro lado, a Polícia Científica não pode deixar de produzir provas à Justiça. Nós estipulamos uma série de medidas de higienização e de controle de pessoas para circular nas nossas sedes. Além disso, afastamos os servidores do grupo de risco, porque nós vamos permanecer na linha de frente, então, precisamos de uma equipe saudável para continuar servindo a população”, explicou o diretor no Instituto Médico Legal, André Ribeiro Langowisk.

Os exames de lesão corporal estão suspensos, com exceção em casos de  vítimas de violência sexual e das análises clínicas em presos, que continuarão acontecendo no IML de maneira que não haja aglomerações de pessoas.

Enquanto persistir o período de pandemia do coronavírus, não acontecerá nenhum atendimento pessoal para fornecimento de informações (isso pode ser feito pelo site (www.policiacientifica.pr.gov.br/) e ficam suspensas as visitas acadêmicas. Já as solicitações de documentos, deverão ser requeridas e fornecidas digitalmente pelo e-mail [email protected] .

Para cuidar da saúde dos profissionais da Polícia Científica, bem como das pessoas que forem autorizadas a irem até o local, as maçanetas das portas, corrimãos de escada e balcões da instituição serão limpos a cada três horas com álcool 70%, além das viaturas que serão higienizadas depois de cada ocorrência de acordo com as determinações.

O diretor no Instituto Médico-Legal lembra que a finalidade da necropsia é produzir provas à Justiça nos casos de morte violenta ou suspeita, sendo assim, possíveis vítimas do coronavírus não devem ser encaminhadas ao IML. “O Covi-19 é uma doença, um vírus e, por isso, é considerado uma morte natural, de causa infecciosa. Assim, poderemos entrar em contato com corpos de vítimas de morte violenta que poderiam, ainda, estar infectados, por isso, todo cuidado é pouco para evitarmos a disseminação do vírus”, completa.

Fonte: IML – Instituto Médico Legal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *