Projeto ‘Poliniza Paraná’ deverá chegar em breve para Umuarama | Giro de Notícia

Projeto ‘Poliniza Paraná’ deverá chegar em breve para Umuarama

banner principal

Umuarama é uma das 18 cidades do Estado em processo de adesão ao Projeto Poliniza Paraná, que já contempla 23 municípios. A iniciativa tem por base os Jardins de Mel, criados pela Prefeitura de Curitiba e estendidos ao interior pelo governo do Estado buscando propagar a instalação de colmeias para criação de abelhas sem ferrão. O primeiro parque do Estado a contar com o projeto foi inaugurado na quinta-feira (2), em São João, no Sudoeste.

O projeto estimula a criação de abelhas nativas sem ferrão em colmeias instaladas nos parques urbanos. As abelhas promovem a polinização de muitas espécies da flora e produzem o mel, ações que representam benefícios importantes para a natureza e os seres humanos. A abelha poliniza cerca de 70% das plantas agrícolas e auxilia na produção de 90% dos alimentos no mundo.

Além de Umuarama, Ampére, Quatro Barras, Cidade Gaúcha, Itaguajé, Janiópolis, Campina da Lagoa, Diamante do Norte, Nova Londrina, São João do Ivaí, Boa Vista do São Roque, Brasilândia do Sul, Formosa do Oeste, Jardim Olinda, Mangueirinha, Santa Mônica, São Tomé e Tapejara estão em processo de inclusão no programa.

Quatro parques já foram inaugurados (Araruna, Maringá, Guaíra e São João), 34 estão em execução e 17 em fase de licitação, enquanto oito – incluindo Umuarama – estão em fase final de implantação. No total, serão 63 parques em 60 municípios, com investimento de R$ 72 milhões.

Em Umuarama o parque está sendo implantado entre os bairros Primeiro de Maio e Ibirapuera, em Área de Preservação Permanente (APP) nas nascentes do Córrego do Veado. O investimento na infraestrutura é de R$ 846,8 mil em recursos do Programa Parque Urbano, da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest) e Instituto Águas e Terras (IAT), com contrapartida de R$ 30 mil do município.

Além de uma nova área de lazer, diversão para crianças e práticas saudáveis, o parque ajudará a evitar ocupações irregulares e erosões, contribuindo para a preservação do solo e da água. O objetivo é melhorar a vida das pessoas e ofertar opções para uma vida saudável e ativa, além de dificultar o descarte de resíduos e lixo na mata e margens do córrego. “Temos todo o respaldo do prefeito Hermes Pimentel para implantar este e outros parques, com sustentabilidade, recuperaçãoo e preservação do meio ambiente, lazer para as famílias e mais atrativos para a qualidade de vida da população”, disse o secretário do Meio Ambiente, Rubens Sampaio.

O parque conta com cercamento em gradil e pista de caminhada, rampas de acesso para cadeirantes, guias rebaixadas, plantio de grama, calçamento em concreto, drenagem e combate a erosão, além de um parquinho infantil e paisagismo. “Restam implantar ainda duas passarelas metálicas para pedestres, ao lado das pontes, piso emborrachado no parquinho e iluminação em LED. Em parceria haverá uma ligação urbanizada entre os bairros Primeiro de Maio, Jardim Portugal, Ilha da Madeira e Ibirapuera.

Fonte: OBemdito

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS