Regional de Saúde de Umuarama já registrou 3.653 casos confirmados de dengue | Giro de Notícia

Regional de Saúde de Umuarama já registrou 3.653 casos confirmados de dengue

banner principal

Os casos de dengue seguem avançando em todo o Paraná. Na 12ª Regional de Saúde, com sede em Umuarama, o último boletim estadual aponta que já foram registrados 3.653 casos. Na semana anterior eram 3.036. A Regional tem um óbito registrado na cidade de Tapira. Confira os dados de Umuarama aqui.

De acordo com o boletim semanal da dengue divulgado na terça-feira (31/5), mais seis mortes pela doença foram registradas no Paraná, totalizando 38 óbitos neste período epidemiológico, que iniciou em 1º de agosto e segue até julho de 2022.

O 40º Informe Epidemiológico contabilizou 11.597 novos casos, um aumento de 17,14% em relação aos números do boletim da semana anterior. São 79.252 confirmações da doença e 127.466 casos prováveis.

Dos 382 municípios que registraram notificações de dengue, 340 confirmaram a doença, sendo que em 304 deles há casos autóctones, ou seja, a dengue foi contraída no município de residência dos pacientes.

Os óbitos foram confirmados em Foz do Iguaçu, Cascavel (2), Maringá, Jataizinho e Primeiro de Maio. São quatro mulheres e dois homens com idade entre 62 e 95 anos. As mortes ocorreram entre os dias 15 de abril e 19 de maio de 2022

COMITÊ GESTOR

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) promoveu na terça-feira (31), em Curitiba, a segunda reunião do Comitê Gestor Intersetorial para o Controle da Dengue, que discutiu ações de mobilização e vigilância permanente com o objetivo de reduzir os casos da doença e o número de óbitos no Paraná. As instituições que compõem o Comitê indicaram representantes para participar da reunião e serem multiplicadores no controle do mosquito Aedes aegypti.

O encontro trouxe o panorama da situação epidemiológica da dengue no Brasil e Paraná e a atualização das ações desenvolvidas pelas secretarias, órgãos do Estado e representantes do Serviço Social do Comércio (Sesc/PR).

Atualmente, o Paraná é o terceiro Estado com o maior número de casos graves da doença, com 1.265 registros. Apenas Goiás (2.972) e São Paulo (1.359) ultrapassam esse número, e por isso a relevância de conscientizar a população sobre a importância da prevenção.

“Precisamos desse alinhamento de ações com os vários órgãos de Estado, pois o trabalho integrado realizado com a parceria das demais secretarias e instituições possibilita o desenvolvimento de ações de combate à dengue em tempo oportuno para que não ocorra um aumento ainda maior nos números, principalmente dos casos graves”, enfatizou o secretário de Estado da Saúde, César Neves.    

COMITÊ

O comitê foi criado em 2019, com o objetivo de implementar ações de mobilização para a intensificação do combate à doença. Ele é composto por 13 secretarias, autarquias e órgãos do Governo do Estado. Neste encontro estiveram presentes representantes do Ministério Público, Defesa Civil, da empresa pública Portos do Paraná, do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Conselho Estadual de Saúde, Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-PR), Unimed, Casa Militar, além de profissionais da área da Sesa.

(Redação OBemdito e AEN)

Fonte: OBemdito

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS