Saúde promove evento virtual para destacar importância da doação de leite materno | Giro de Notícia

Saúde promove evento virtual para destacar importância da doação de leite materno

banner principal

Em alusão à Semana Nacional e Paranaense de Doação de Leite Humano, a Secretaria da Saúde do Estado do Paraná promove o evento virtual “A importância do Leite Materno para a Primeira Infância, e a Doação de Leite Humano através da Rede Paranaense de Bancos de Leite Humano”. Ele acontecerá por meio de transmissão ao vivo, nesta sexta-feira (13), às 9h, no canal do YouTube da Escola de Saúde Pública do Paraná.

Crianças que recebem o leite materno adoecem menos, ficam mais protegidas contra diarreias, doenças respiratórias e otites, além de apresentar menos riscos para o desenvolvimento de alergias, hipertensão, obesidade e diabetes ao longo da vida. A prática também favorece o desenvolvimento da cavidade bucal, resultando em dentes mais saudáveis e, consequentemente, menos problemas de mastigação, fala e respiração.

Quanto à mulher que amamenta, a Saúde também aponta resultados positivos, como o aumento do vínculo com o bebê, redução do risco de câncer de mama e de sangramento no pós-parto e ajuda na perda de peso pós-gestacional.

Esse quadro é a base da importância da doação. Atualmente, o Paraná conta com 14 Bancos de Leite Humano e 17 Postos de Coleta. Em 2021, as unidades do Estado coletaram aproximadamente 23.704 litros de leite, beneficiando mais de 14.500 crianças.

Os Bancos de Leite Humano são serviços especializados criados para qualificar a assistência neonatal e contribuir para a redução da mortalidade infantil. O processo de coleta e processamento do leite humano se dá com rigoroso controle de qualidade, seguido da distribuição para bebês prematuros e de baixo peso de acordo com as necessidades de cada recém-nascido. Além disso, oferecem também atendimento de orientação, manejo e apoio à amamentação.

“A doação de leite humano é essencial para atender recém-nascidos prematuros, em especial os de baixo peso, com patologias ou que não podem ser alimentados diretamente pelas próprias mães. É válido destacar que toda mulher lactante saudável é uma doadora potencial de leite humano” afirmou o secretário de Estado da Saúde, César Neves.

Para realizar a doação, o Estado orienta as mulheres a entrar em contato com o Banco de Leite Humano ou Posto de Coleta mais próximo da residência. É possível encontrar a localização dos Bancos de Leite Humano e Postos de Coleta do Estado clicando AQUI.

Agência Estadual de Notícias

Fonte: Tásabendo

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS