Travesti é dopada, estuprada e deixada em canavial

Um programa com dois rapazes teve um desfecho horrendo para uma travesti maringaense na madrugada desta segunda-feira (27). Ela teria sido dopada, estuprada e deixada em um canavial à margem da PR-180, em Moreira Sales.

Segundo a vítima, o programa foi combinado com dois homens que estavam em um Renault branco. No interior do veículo, os três começaram a beber e ela alega ter perdido a consciência, levantando a suspeita de que sua bebida tenha sido ‘batizada’.

O que veio a seguir, segundo o depoimento, foi o estupro e o espancamento. Com as agressões, a travesti teria desmaiado e sido deixada nos arredores de uma usina de açúcar. Ao recobrar a consciência, ela obteve ajuda em uma igreja evangélica e foi encaminhada ao Pronto Atendimento de Moreira Sales.

Com vários hematomas, a vítima relatou já ter visto os agressores em outra ocasião, em Maringá. Também disse suspeitar que o veículo utilizado seria produto de roubo.

(Goionews)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top