Três PMs e um homem são presos pelo Gaeco suspeitos do incêndio na Vila Corbélia

Durante o cumprimento dos mandados de prisão na Vila Corbélia, no bairro Cidade Industrial de Curitiba (CIC), em Curitiba, foram apreendidos aparelhos de telefone celular, computadores e armas de fogo. Também foram presas em flagrante quatro pessoas – um civil e três policiais militares – por porte ilegal de arma. A ação foi do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, e da Corregedoria da Polícia Militar, realizam nesta manhã uma operação para buscar evidências em relação ao incêndio que ocorreu no final do ano passado e que destruiu mais de 300 barracos.

Foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão em residências de policiais militares em Curitiba, Araucária, Ponta Grossa e no estado do Rio Grande do Norte.

Em janeiro deste ano, o Gaeco e a Corregedoria da Polícia Militar já tinham feito outra operação, em que foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão. O Gaeco investiga as mortes que ocorreram entre 6 e 7 de dezembro do ano passado, na Vila Corbélia, na Cidade Industrial de Curitiba.

Na ocasião, um policial militar e dois moradores da Vila foram mortos. Além disso, houve um incêndio que consumiu centenas de moradias. A Polícia Militar investiga o possível envolvimento de PMs. Os moradores acusaram policiais militares de terem executado as vítimas e ateado fogo nas casas.

FONTE: BEM PARANA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *